INSPIRAÇÃO: O que define sua liberdade? Viver sonhando com ela ou escolher praticá-la a cada instante da vida?

(Por: Nurit Masijah Gil)

Pular de bungee jump, viajar pelo mundo, passar um período sabático em outro país, ter filhos após os quarenta, não ter filhos, rodar o mundo com crianças, amar quem bem entende, viver sozinho, sair de casa, mudar de vida, fugir da dieta, beber vinho às três da tarde, cantar no meio da rua, chorar em público, escancarar sentimentos. O que é liberdade para você?
Para Marcos Bauch, que já mochilou na Nova Zelandia, viajou de carro até Machu Pichu, mergulhou em Bonito, saltou de pára-quedas em Boituva e tem como meta conhecer o mundo inteiro, liberdade é uma forma de encarar a vida.

(Fonte: Arquivo pessoal)

(Fonte: Arquivo pessoal)

Nascido com hemofilia (doença genética relacionada à coagulação sanguínea) numa época em que o tratamento era muito caro e com grandes chances de contaminação em transfusões, ele não teve – até os 26 anos – acesso aos cuidados profilálitocos da doença, o que ocasionou as artropatias ou “endurecimento das articulações” nos seus joelhos e cotovelos. Marcos usa muletas desde pequeno, mas isso nunca o impediu de subir em árvores e explorar a natureza.

Era 1988 quando seus pais mudaram-se para a Nicarágua com mala, cuia e três filhos a tiracolo. Seguiram-se três anos em que a família viajou bastante e, mesmo após este período, as viagens seguiram como uma tradição familiar “Tenho muito respeito e admiração pela criação que meus pais me deram. Mesmo com minha deficiência física, sempre me incentivaram a tentar levar uma vida normal.”

Mas foram nos episódios de dor, quando ficava semanas inteiras deitado na cama,
machucado, fazendo as provas da escola em casa e tendo aulas particulares com sua mãe, que ele tirou os aprendizados que orientariam sua visão de liberdade. “Se, por um lado eu não conseguia dormir de tanta dor, por outro, desenvolvi uma paciência incrível com o meu corpo e aprendi que não dá pra querer que as coisas aconteçam logo. Se eu tinha que ficar semanas deitado depois de me machucar, o momento no qual eu me curava e podia brincar de novo era sublime. Sempre me senti cheio de vida nessas horas. Se durante 26 anos eu não podia fazer tudo aquilo que queria por medo de me machucar. Ter acesso ao tratamento profilático representou uma liberdade inimaginável.”

(Fonte: Arquivo pessoal)

(Fonte: Arquivo pessoal)

Foi após esta idade, com tratamento e sem medo de machucar-se – o que pode ser fatal para um hemofílico – que Marcos passou a carimbar seu passaporte de grandes experiências. Só que mesmo para quem na Nova Zelandia realizou uma prova de maratonas aquáticas, mochilou pelo país e saltou de Bungee Jump, a maior aventura chegou com a paternidade. Em 2014, com o nascimento de Miguel – apesar da preparação para receber alguém que seria totalmente dependente dele e da esposa Marília – a vida mudou completamente. “Os primeiros meses foram super cansativos e me mostraram, sem maquiagem, o quanto eu era auto-centrado e dependia de coisas externas pra me sentir animado. É que o timing de um bebê é diferente da vida atribulada, agitada e animada que levamos no dia-a-dia, né?”.

(Fonte: Arquivo pessoal)

(Fonte: Arquivo pessoal)

Mas ao invés de – como acontece como a maioria de nós – sentir-se preso à mudança de rotina, Marcos aplicou os aprendizados de sua história. “Liberdade não é necessariamente fazer o que se quer. A forma de encarar as situações da vida é o que efetivamente define sua liberdade. Se a criança chora de noite eu posso escolher ficar irritado ou posso olhar aquilo de um ponto de vista mais amplo e ir acudir com tranquilidade. Posso escolher a alegria em vez do cansaço, a paciência em vez da raiva, a generosidade em vez da carência e o bom humor em vez da irritação. Essa é a grande liberdade, poder escolher.”

Marcos Bauch 7

(Fonte: Arquivo pessoal)

E respeitando estas escolhas e a leveza perante todas as situações que fogem ao nosso controle com a chegada de um filho, Marcos, Marília e Miguel já fizeram uma roadtrip por Diamantina, viajaram para a Chapada dos Veadeiros e para Pirenópolis, tomando banhos de cachoeira e embalando o pequeno nos solavancos das estradas de terra.

O que define sua liberdade: Viver sonhando com ela ou escolher praticá-la a cada instante da vida?

Anúncios

3 thoughts on “INSPIRAÇÃO: O que define sua liberdade? Viver sonhando com ela ou escolher praticá-la a cada instante da vida?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s