INSPIRAÇÃO: Ao mudar seu universo, ele passou a transformar o de milhares de pessoas

(Por: Nurit Masijah Gil)

Atuando há treze anos na área de marketing com uma carreira ascendente e bem sucedida, Edgard Barki começava a sentir-se desconfortável na trajetória executiva. Como sempre gostou de estudar, tomou coragem e mudou o rumo profissional, partindo para a área acadêmica com um mestrado em marketing, área em que já acumulava grande experiência.

Foi quando um orientador – que teve grande influência em sua vida – iniciou uma pesquisa sobre baixa renda, a qual Edgard integrou.

Encantou-se.

E imergiu neste universo.

Hoje, como professor com dedicação exclusiva à FGV-EAESP, é um dos grandes especialistas em negócios sociais, além de coordenar um mestrado profissional que tem uma dupla titulação com universidades estrangeiras e ser conselheiro do Instituto Coca-Cola e da Artemísia (ONG pioneira em gerar negócios de impacto no Brasil).

Após estudar vários anos, Edgard afirma que há uma lacuna em relação ao trabalho realizado com mercado de baixa renda, onde ainda foca-se muito em ‘como vender’. Para ele, as empresas precisam começar a gerar impacto e inclusão social nesta realidade e é esta a visão que pode ser propulsora de mudanças significativas. “Vejo uma nova geração ativa e com força para repensar a forma como as coisas são feitas no mundo dos negócios. Por isso, acredito que é possível fazer diferente. ”

Uma das disciplinas que leciona tem o objetivo de oferecer aos alunos uma experiência diferenciada. Jovens da GV em busca de uma nova perspectiva fazem uma semana de imersão com jovens de comunidades de São Paulo, onde todos trabalham juntos. Já houve com esta parceria, por exemplo, a criação de três apps para gerar impacto social em Heliopolis, além do projeto de uma meia maratona oficial entre Heliopolis e Paraisopolis, comunidades distantes 20km.

Edgard também está desenvolvendo uma incubadora para novos projetos em Heliópolis e o primeiro deles, o Conexão Heliópolis, surgiu após conversas com os jovens da região sobre como melhorar a comunidade. “Será um serviço a ser vendido que permitirá a indivíduos de outras realidades conhecer as riquezas e cultura de Heliópolis. Nele, as pessoas passarão dois dias conhecendo a comunidade e participando de duas oficinas oferecidas por jovens da região: uma de capoeira e outra de Hip Hop, que representam um pouco da cultura existente por ali.”

Edgard Barki

(Fonte: arquivo pessoal)

Trabalhar com esta realidade e ensinar tantas novas possibilidades de fazer diferente, tiveram um grande impacto pessoal em Edgard – que aprendeu a repensar as relações entre indivíduos e organizações, especialmente com a UNAS (Associação de Moradores de Heliópolis), onde o esforço que é feito pelo bem comum.

E é esta visão humanista que ele busca ensinar aos futuros executivos: para gerar lucro, é preciso transformar.

Edgard sentiu-se desconfortável e foi em busca de realizações. Mudou seu universo e com ele, vem transformando o de milhares de pessoas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s